Bruxos e Feiticeiros na Umbanda

mestres_da_magia
Recebemos um email do nosso irmão George Carlos de Cuiabá-MT nos perguntando a respeito da presença de entidades que se manifestam como bruxos e feiticeiros dentro das casas umbandistas, é certo? é possível? dentro de nossa limitada capacidade, mas crendo na assistência dos nossos guias e amigos espirituais, tentaremos responder ao irmão com a cautela e cuidado que o assunto tratado merece.

Não me lembro mais qual foi a primeira vez em que ouví falar sobre a presença de espiritos que se manifestam como bruxos e e feiticeiros na Umbanda, porém, me lembro da quantidade de vezes em que busquei conhecer, aprender, ler sobre esse assunto. Não é de se assustar que em uma religião que crê na unidade religiosa exista a presença de seres que pregam e vivem crenças diferentes unidos, assim acreditando já me deparei com uma diversidade enorme de falanges de trabalhos nas casas umbandistas tais como por exemplo a Falange dos Feiticeiros (que vem a ser a de São Cipriano), a Falange Real (de reis e rainhas), a Falange Imperial (composta por espiritos que viveram nos morros e favelas, não confundir com a falange dos Malandros), entre outros; Quando analisamos algumas dessas manifestações nos assustamos ou com a baixa vibração de espiritos que aproveitam da falta de conhecimento dos membros de algumas casas e inventam terem sido isso ou aquilo, cobram por supostos trabalhos que nada tem a ver com a energia que supostamente representam e realizam um verdadeiro desfile de carnaval com roupas que nem de longe lembram a Umbanda, ou nos assustamos com a constatação da veracidade de alguns que de tão evoluídos que são só de nos olhar já nos “desmontam” trazendo conhecimentos e ensinamentos antigos e milenares nos ensinando a verdadeira essência da magia enriquecendo assim a nossa tão querida Umbanda. Magos, Feiticeiros, Bruxos, Padres (sim, no passado existiu uma Falange de Padres na Umbanda) todos são bem vindos na Umbanda, não importa se são velhos, novos, antigos ou atuais, o que nos importa é a prática da caridade a que eles se propõe a fazer na Umbanda.

No passado, talvez devido a “força” do nome ou do medo que os termos inpunham, houve uma demanda gigantesca de espiritos que se manifestavam como “seres infernais” que invadiram as casas de alguns sacerdotes trazendo muito desentendimento, confusão e, como era de se esperar, muita mistificação, porém, o Astral Superior que nos assiste aumentou sua equipe de trabalho oferecendo-nos a conhecida Linha de São Cipriano que é composta por espiritos de Magos, Feiticeiros, Bruxos até, que usam de seus conhecimentos para lutar contra os reinos da magia negativa, da magia negra. Fico realmente muito confuso quando vejo entidades da linha de São Cipriano trabalhando nas casas praticando a maldade ou efetuando trabalhos negativos pois, poucos sabem disso, a falange de São Cipriano é uma linha de trabalho de direita na Umbanda, ou seja, ela é composta por Guias que praticam e buscam o bem espiritual das pessoas, mas enfim, voltemos ao assunto, a partir da Linha Cipriana a Umbanda começa a receber a presença de outros espiritos que também conheciam os segredos do manuseio de energias, da bruxaria, da feitiçaria, mas que não se enquadravam na já existente Falange Cipriana, então, seguindo o nível de evolução espiritual, as últimas encarnações, o arquétipo pessoal, e o nível de atração energética eles foram sendo enquadrados em outras falanges de trabalho que já existiam, continuavam com os seus conhecimentos profundos e poderosos e o usavam a favor dos necessitados trabalhando nas falanges em que melhor se enquadravam. Um claro exemplo desse enquadramento é a existência de sub-linhas nas falanges como por exemplo Pretos Velhos Quimbandeiros, Caboclos Quimbandeiros, Exús Bruxos, e por aí vai; Quando a Umbanda foi trazida a luz do conhecimento público pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas se deichou muito claro que “… todo e qualquer espirito que tivesse algo de bom a ensinar seria bem vindo…” assim sendo, a Umbanda recebe (e com eles aprende ou ensina) todo e qualquer ser espiritual ou fisico desde que PRATIQUE A CARIDADE, essa lei, vamos dizer assim, é de uma importância ímpar em nossa religião pois é ela mesma a definição de nossa fé “manifestação do espirito para a pratica da caridade”, vendo dessa maneira percebemos que o fato de uma casa cultuar Preto Velho, Caboclo, Exú (principalmente) não faz dela uma Casa de Umbanda até porque esses espiritos já se manifestavam e assim se identificavam muito antes do advento Umbandista, o que faz a casa, o espirito ou o médium ser Umbandista é a manifestação mediunica, qualquer que seja, para a pratica da caridade, da mesma forma o fato de existirem guias que se manifestam como Magos, Bruxos, Feiticeiros em uma casa não tira dela o direito de ser de Umbanda desde que se fundamente na pratica total da caridade, pois esses guias evoluídos não somente estão na corrente de trabalho umbandista como também são seres de suma importância nos terreiros, isso quando o líder da casa dirige com conhecimento e sabedoria os seus trabalhos para o bem comum.

A língua portuguesa define como bruxaria as faculdades sobrenaturais de uma pessoa que geralmente se utiliza de ritos mágicos com intenção maligna (magia negra) ou com intenção benigna (magia branca), não seria necessária uma vida inteira para que percebessemos que nós, médiuns, também somos bruxos e feiticeiros e quando nos dermos conta disso virá a pergunta “maligno ou benigno” ??? Nesse momento contaremos com a experiência dos Magos, Bruxos e Feiticeiros do bem que nos ensinam que o poder não está na aparência nem muito menos no material mas sim na força do coração que confia. Axé.

Envie você também suas dúvidas ou sugestãos para cristi-siqueira@hotmail.com ou umbandistafoco@gmail.com, ou deiche em nosso grupo no facebook “Umbanda em Cuiabá”.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: